O gelo da Groelândia sumiu? Entenda o que há por trás dessa catastrófica e absurda notícia.

Publicado: julho 28, 2012 em Arquivo BFC!
Tags:, , , , ,

Apesar da NASA, dos adivinhólogos climáticos e seus “Goebbels Boys” da mídia, a Groenlândia vai muito bem, obrigado!!!

A cada dia que passa, na minha opinião, os adivinhólogos do clima e seus “Goebbels Boys” da mídia, demonstram cada vez mais o seu desespero. Os dados divulgados pelo Met Office e a Universidade de East Anglia Climatic Research Unit (ver aqui) em janeiro deste ano de 2012, confirmando que o aquecimento global, desde 1997, se estabilizou – ou seja, acabou – e posteriormente os do HadCrut (ver aqui) em abril apresentando um gráfico que mostra claramente que a temperatura da terra vem apresentando sinais de um leve arrefecimento, deixou a “Máfia Climática” totalmente “lelé da cuca”, enlouquecida de vez.

Escrito Por: Maurício Porto

28/02/2012

Fonte: terrorismoclimático

Agora, mais uma vez, foi a NASA. Num ato, ao meu ver, de total e proposital histeria, divulgou uma imagem capturada por seus satélites de dois mapas da Groenlândia, que instantaneamente a mídia mundial reproduziu, como sempre, com o maior prazer para o mundo inteiro. Na imagem à esquerda, segundo a NASA, a cor branca corresponde a camada de NEVE depositada sobre a geleira no inverno e que agora no verão derrete para depois ir se recompondo naturalmente, mesmo antes do inverno seguinte. Na imagem da direita – aí é que mora o perigo – a cobertura de NEVE desaparece no mapa que praticamente não tem branco. Só fica um rosa escuro. A mensagem, para eles foi passada! Quem acabou? A NEVE ou a GELEIRA, “Eis a questão”!!! Os mapas e a notícia saíram na primeira página de vários jornais do mundo . Quem é que tem tempo para ler a notícia inteira?

Sabemos muito bem o poder das imagens. Mesmo para leitores bem informados com relação à gigantesca geleira que cobre praticamente toda a Groenlândia, com uma área de aproximadamente 1,7 milhões de km² e com uma média de 1,6 km de altura. Vendo os mapas pela primeira vez – a impressão que fica é que a “geleira dançou e este negócio de aquecimento global deve ser verdade mesmo”!

O que realmente aconteceu desta vez, foi um fenômeno meteorológico e não climático. Uma massa de ar de alta pressão, ficou estacionada sobre a Groenlândia no mês de maio e no início de julho provocou grandes derretimentos nas camadas superficiais de NEVE, principalmente nos dias 8 e 12 de julho. As camadas derretidas no dia 12, já se recuperaram rapidamente. As do dia 8 estão se recuperando mais lentamente. Portanto nenhum pânico! Só tem uma coisa, os dois mapas divulgados pela NASA são, a meu ver, propositadamente capciosos.

Quando afirmo que foi um fenômeno meteorológico e não climático, estou seguindo o que eu estudei: (a diferença é a escala de tempo; clima é uma tendência de longo prazo e no mínimo de 30 anos).

A parte engraçada desta notícia, ficou por conta dos “Goebbels Boys” da NASA, que afirmaram na nota divulgada para a imprensa que “este derretimento não tem precedentes“. O texto prossegue e logo em seguida passa a se contradizer afirmando: “eventos de fusão deste tipo ocorrem a cada 150 anos em média. Depois cita uma cientista que diz: “um derretimento nas mesmas proporções, ocorreu em 1889 e também em épocas anteriores”. Simplesmente hilário o mico dos “NASA Goebbels Boys”!!!

Apresento abaixo, o texto do excelente blog Banquisa en el Ártico: el blog del hielo marino sobre este grande derretimento da neve superficial na Groenlândia:

– Nos últimos dias a notícia que um derretimento de superfície invulgarmente elevado, foi observado na calota polar da Groenlândia.

Equivocadamente, alguns meios de comunicação sugeriram que em apenas quatro dias a Groenlândia tinha perdido 97% de sua massa de gelo, Isto é um verdadeiro absurdo.Na verdade, o que aconteceu é que em alguns dias de julho 97% da área de cobertura de gelo (neve) da Gronelândia mostrou sinais de descongelamento, isto é, a presença de água no estado líquido na sua superfície.Todo verão, a maior parte do gelo da Groenlândia sofre em algum grau a fusão de sua superfície. Temperaturas acima do congelamento e a luz solar fazem com que a neve acumulada sobre a superfície durante o inverno anterior comece a derreter, resultando na presença de água líquida na superfície que será canalizada, coletada e filtrada.Vemos nessas fotos tiradas em um vôo sobre o sudoeste da Groenlândia em agosto de 2011:

MMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM

Então, não é incomum o que houve este verão na Groenlândia? Sim, sim, é incomum. O derretimento da superfície geralmente ocorre a cada verão em partes da calota de gelo localizadas abaixo dos 1500 ou 2000 metros acima do nível do mar. No entanto, nas partes mais altas do interior da Gronelândia cobertos por gelo, que atingem altitudes acima dos 3000 metros, o derretimento de superfície normalmente não é visto, como agora, durante este verão.

No entanto, isso está provando um verão muito quente na Groenlândia, através da persistência da alta pressão de Maio na área. Assim, por volta do dia 12 de julho de 2012, os satélites observaram sinais de derretimento de superfície em 97% da área ocupada pelo gelo da Groenlândia, incluindo o seu ponto mais alto, Summit, onde durante quatro dias consecutivos temperaturas máximas foram registradas acima de zero.

Este é o registro máximo de descongelamento na superfície desde que o monitoramento por satélite começou há trinta anos.

Então: nunca foi registrado um derretimento de superfície no pico da calota de gelo da Gronelândia? Bem … sim. De acordo com núcleos de gelo, em 1889 foi a última vez que um evento deste tipo ocorreu.

Abaixo está o gráfico de acumulação de gelo no GISP2. Para este caso, o que nos interessa é que as setas indicam eventos de superfície de fusão como o gravado neste verão, na estação Summit, nos últimos 1500 anos:

Entre aproximadamente 950 e 1250, coincidindo também com a presença aproximadamente dos vikings na Groenlândia, foram encontrados 5 eventos de derretimento da superfície em Summit, uma a cada 60 anos. Desde 1250, novamente não foi observado qualquer derretimento da camada de neve até 1889, mais de 600 anos depois. Desde então, não mais aparece mais nada até 2012.

Por agora, este evento sozinho, e se não for repetido nos próximos anos, não tem um grande significado. No entanto, lembre-se que ele se contextualiza após um período de duas décadas de aumento de temperaturas, de derretimento da neve de superfície e descarga no mar da Groenlândia. Mas algo muito semelhante ocorreu também na década de 20 e 30 do século XX, bem como no Período Quente Medieval, por isso devemos ser cautelosos ao projetar tendências futuras a partir dos dados atuais, bem como atribuí-las a qualquer causas.

Reconstrução da extensão de derretimento de superfície na Groenlândia, 1745-2009:

Veja abaixo a foto da Estação Summit na Groenlândia, hoje dia 28 de julho de 2012. Conclusão: “Como sempre, muito barulho por nada!!!”
Foto da web cam na estação SUMMIT na Groelândia tirada hoje, 28/07/2012.
A esquerda se encontram as condições metereológicas.
Fonte da foto: BLOG – REAL SCIENCE DE STEVEN GODDARD
Abraços tropicais!
Anúncios
comentários
  1. […] O sensacionalismo começa no título “Groenlândia em alerta”. Pois, curiosamente, os groenlandeses parecem tudo, menos “em alerta” a respeito de um fenômeno que conhecem de sobra, como se pode observar, entre outras fontes, na nota seguinte do jornal local Sermitsiaq.AG:  http://sermitsiaq.ag/node/132181 (Temos uma postagem explicando tudo sobre a matéria deste link, que está em dinamarquês e que virou uma moda sensacionalista. Clique aqui.). […]

  2. negrifeu disse:

    Goebbels Boys foi ótima!

  3. […] O gelo da Groelândia sumiu? Entenda o que há por trás dessa catastrófica e absurda notícia. […]

Exercite seu ceticismo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s