Sr Gilvan Sampaio e o pessoalzinho do INPE continua mostrando claramente que não conhecem absolutamente nada de climatologia real, mas sim a climatologia imaginária ou surreal, e assim, só poderiam mesmo ser mostradas em matéria de Fantástico! A afirmação que diz que árvores bombeando umidade para a atmosfera na região Norte formarão chuvas na região Sudeste mostra o total despreparo sobre o assunto e já foi totalmente rechaçado pelos comentários do Prof. Dr. José Bueno Conti. Deve-se ressaltar ainda que, em primeiro lugar, por mais formidável que seja a evapotranspiração da floresta, ela é de duas a três ordens de grandeza inferior à que vem dos oceanos, através dos ventos Alíseos, com mudanças sazonais, e que transportam a verdadeira umidade para o continente, ocasionando fabulosas chuvas.
Leia o resto deste post »

Barueri - Molion

Imagem  —  Publicado: setembro 26, 2014 em Arquivo BFC!
Tags:, ,

Fonte: UOL

Uma visão comum no céu da Ivanpah, a maior usina de energia solar do mundo, são pequenos rastros de fumaça que aparecem do nada. Ao olhar com mais atenção, trabalhadores do local, situado no deserto de Mojave, na Califórnia, Estados Unidos, perceberam que as nuvens são geradas por pássaros queimados pelo raio de luz do sol, que é refletida por mais de 300 mil espelhos. A usina foi construída em parceria entre BrightSource Energy, NRG Solar e Google. Leia o resto deste post »

O mais afiado e atualizado cálculo da temperatura agora publicado pela National Oceanic and Atmospheric Administration – NOAA, confirmou que os EUA estão esfriando há pelo menos uma década. O estudo da NOAA deixou os alarmistas com o coração na mão, noticiou“Forbes”.

Visando responder ao generalizado sentimento de que a manipulação aquecimentista tinha corrompido os dados relativos à temperatura, a NOAA criou uma rede de 114 estações uniformemente espalhadas em locais ideais dos EUA para o estudo. Leia o resto deste post »

( Fonte: Envolverde )

O alarde é diário e irremediável. O jornalismo científico brasileiro é apelador e segue agenda “verde”. Pesquisador do INPE afirma que a região sudeste do Brasil está a beira de um processo intenso de desertificação. É impressionante como em apenas uma notícia possam se fazer tantas afirmações fantasiosas e fatalistas sem o menor pudor ou rigor científico.

Veja notícia: “Sudeste Rumo a Desertificação” e pasme.

Professor Drº José Bueno Conti, livre docente pela USP e especialista em desertificação comenta a notícia:

“Há uma sequência de despropósitos contidos na notícia que não dá  sequer para contestar. Eu não saberia nem por onde começar, por exemplo a afirmação de que o Sudeste Brasileiro está na faixa de latitude dos desertos e por essa razão constitui uma área de risco é uma manifestação de ignorância básica. Qualquer estudante  com conhecimentos elementares de climatologia de  macro-escala, sabe que aí, em todos os continentes, existe uma dissimetria climática que se deve ao giro anticiclônico da correntes oceânicas e à desigual distribuição das águas frias e quentes entre as costas orientais e ocidentais dos continentes, determinando os contrastes entre as orientais (úmidas) e ocidentais (secas), no hemifério sul, por exemplo.  Acho que os cientistas do INPE e outros citados, nunca aprederam isso.  Há muitas outras afirmações inteiramente incorretas no  texto. Não conhecem absolutamente nada do processo de deserto e de desertificação e estão prestando um enorme desserviço a ciência.  É de entristecer.”

São Paulo, 15 de julho de 2014

Exmo. Sr.
Luiz Alberto Figueiredo Machado
Ministro das Relações Exteriores

A propósito da pretendida proposta nacional para uma política de mudanças climáticas, desafortunadamente, as discussões sobre o assunto têm sido pautadas, predominantemente, por motivações ideológicas, políticas, econômicas e acadêmicas restritas. Isto as têm afastado, não apenas dos princípios basilares da prática científica, como também dos interesses maiores das sociedades de todo o mundo, inclusive a brasileira. Por isso, apresentamos as considerações a seguir. Leia o resto deste post »

José Delgado Domingos: "Os políticos embarcaram numa filosofia de combate das emissões de CO2 sem terem uma base científica adequada" / Tiago Miranda

José Delgado Domingos: “Os políticos embarcaram numa filosofia de combate das emissões de CO2 sem terem uma base científica adequada” / Tiago Miranda

O professor do Instituto Superior Técnico ficou conhecido pelos seus argumentos contra o nuclear, pelas previsões meteorológicas independentes, pelas críticas aos defensores do aquecimento global e pelos projetos de eficiência energética.   Leia o resto deste post »

2333923-9761-rec

Alteraram o calendário do concurso um dia antes do início dele, para nossos leitores não perderem a viagem segue o novo calendário revisado.

Convidamos a todos os colaboradores da equipe FakeClimate a participarem presencialmente das seções públicas do concurso do candidato, Prof. Ricardo Augusto Felicio, que se submeterá às provas para a obtenção do título de professor livre-docente, no Departamento de Geografia. 

Leia o resto deste post »

fc

Clique, confira e assine o Canal Fakeclimate

Olá caros leitores, o canal FakeClimate no youtube está comemorando seus 3 anos de existência!
 
Agradecemos ao público que nos prestigia e que nos ajuda em nossa divulgação científica.
 
Faça uma visita e reveja os melhores momentos da equipe FC em ação. Debates, vídeos, documentários, palestras e tudo o que você precisa para ficar por dentro do debate acerca das mudanças climáticas! 

 

O “efeito estufa” urbano

Publicado: julho 1, 2014 em Arquivo BFC!

vento nocturno-diurno

Os estudos da evolução das temperaturas máxima, mínima e média das cidades mostram, de um modo geral, que foram as mínimas que se elevaram progressivamente. Esta tendência verificou-se, sobretudo, a partir dos anos 1950.

Foram pois as temperaturas nocturnas que subiram. As temperaturas nocturnas, mais do que as diurnas, marcam mesmo a evolução da temperatura média. De facto, de um modo geral, a temperatura máxima não apresenta uma clara evolução de subida.

Leia o resto deste post »